BREVES

As Danças de Roda

“As cantigas paralelísticas permitem-nos supor um esquema coreográfico assente numa dança circular com intervenções alternadas entre um corifeu e o grupo, dança que se insere no grande grupo das danças de roda de que a mais famosa e mais popular

Ler Mais »

Lembranças

“É quando as horas amargas me pesam, que relembro consoladoramente a doce harmonia de quanto me rodeava, nas suas faces mais ténues e imprecisas; o dia melancólico de outubro em que primeiro transpus os degraus da escola da minha aldeia;

Ler Mais »

Os Cancioneiros

“Se o folclore, no justo dizer de Lafargue, “é a expressão fiel, simples, espontânea da alma do povo, a confidente das suas alegrias e das suas dores”, o cancioneiro mostra-se, entre as várias manifestações que se agrupam sob aquela designação,

Ler Mais »

Coisas do Minho

“O caldo verde faz-se em cinco minutos, e é ele, repleto de migas de broa. que constitui a principal refeição de cada dia. De vez em quando passa na povoação um sardinheiro, e então a sardinha assada, rechinando sobre uma

Ler Mais »

Cancioneiro Popular

“O estudo das tradições populares entre nós tem já acumulado um tesoiro riquíssimo de materiais; faltam apenas por enquanto os bons trabalhos de síntese e interpretação. Quem quiser, porventura, conhecer a história dessas investigações, consulte os Ensaios etnográficos de Leite

Ler Mais »

Os Temas das Cantigas

“Desde o começo da nacionalidade andou Portugal ligado à poesia lírica, corrente de manancial cristalino e riquíssimo que através dos séculos não cessou de fazer ouvir a sua voz e esta, muito mais que a das sereias do mito, para

Ler Mais »
Close Menu