Últimos Artigos

Centro de Dia

O Centro de Dia é uma forma de atendimento das pessoas idosas que, por razões diversificadas, não têm condições ou não querem passar os dias nas suas residências. A instituição transporta-as, garante-lhes a alimentação, a limpeza das habitações, o tratamento de roupas, a higiene pessoal, o acompanhamento de saúde. A formação do pessoal vai no sentido de a todos dispensar o melhor atendimento, a compreensão indispensável para os seus problemas e...

18-02-2017 20 Centro de Dia Administrator

Rancho Folclórico de Passos de Silgueiros

Um Pouco de História Situado no lugar de Passos da grande freguesia de Silgueiros, a maior do concelho de Viseu, o Rancho Folclórico de Passos de Silgueiros nasceu em 1978. Nestes mais de trinta e cinco anos de vida desenvolveu atividade que consideramos relevante e mesmo pouco vulgar, não só pelas suas inúmeras e diversificadas realizações, mas também pelo nível atingido por algumas delas. Pesquisou toda a espécie de factos folclóricos relativos à...

18-02-2017 37 Rancho Folclórico Lopes Pires

Grupo de Cantares Milho Rei

O Grupo de Cantares Milho Rei continua o seu caminho iniciado já lá vai um bom par de anos naquela festa de passagem de ano levada a efeito pela direção da ASSOPS. Com poucas exceções, os seus elementos, entre dez e doze, têm-se mantido ao longo do tempo. Algumas substituições necessárias, sempre o mesmo espírito de dedicação, de empenhamento e de amizade. As suas preocupações continuam a situar-se na defesa e...

19-02-2017 19 Milho Rei Administrator

Grupo de Cantares Tunanova

O Grupo de Cantares TUNANOVA – projeto que se propôs dar continuidade a uma velha, simples e simpática experiência dos anos trinta do século passado adormecida entretanto, e da qual, infelizmente, já poucos restam, é constituído apenas por elementos do sexo masculino, o que lhe dá um certo ar de irreverência vivida e naturalmente assumida.  . As suas músicas assentam na popularidade dos temas, mas o Grupo não enjeita também uma...

19-02-2017 15 Tunanova Administrator

Grupo de Zés-Pereiras “Os Águias” de Passos de Silgueiros

 Os grupos de zés-pereiras estão ligados, desde tempos muito recuados, às festas e romarias de Portugal. Festa onde não se ouvisse o troar dos bombos feitos artesanalmente com a dura pele das cabras e as madeiras afeiçoadas e arredondadas por hábil e treinada mão calosa, com a ajuda de primitivas alfaias e engenho ligados a procedimentos empíricos e costumados, não era festa que se visse. Em Passos de Silgueiros, a tradição...

19-02-2017 90 Zés-pereiras Administrator

Logo que a mulher ficava grávida, a sabedoria popular, a crença e a tradição impunham sérios comportamentos e decisões. A mulher grávida não podia continuar a dependurar a chave de casa na fita do avental, porque a criança poderia nascer com o desenho da chave marcado na cara. Também não podia cheirar flores, porque o filho poderia nascer com elas marcadas no corpo. A mulher grávida que passasse por debaixo...

19-02-2017 16 Peça do Mês Administrator

  O lenço de assoar, uma pequena peça hoje absolutamente indispensável, tem uma longa história. E, curiosamente, durante séculos não serviu para assoar.   No tempo dos Gregos, tanto servia para assoar como de guardanapo. Os Romanos usaram-no para esconder o rosto, para proteção contra o sol, para defender a garganta contra constipações e rouquidão. Nos espetáculos romanos serviu para ser abanado em sinal de satisfação. As pessoas de condição social e...

19-02-2017 15 Peça do Mês Administrator

Os botões, fabricados hoje com os mais diversos materiais, têm duas funções: a utilitária e a decorativa. Por isso, alguns são pequenas joias pelos pormenores do fabrico, pela beleza individual, pelo que representam no contexto global do vestuário. No passado, quando começaram a ser usados, aí por volta do século XIII, a sua função utilitária era praticamente desprezada. Substituíam-nos, como desde há muitos séculos antes, os colchetes e os atilhos...

19-02-2017 16 Peça do Mês Administrator

A Biblioteca Etnográfica, criada em 1 de Janeiro de 2003, possui já a quase totalidade das obras dos maiores autores nacionais da especialidade, de entre os quais salientamos os clássicos: J. Leite de Vasconcelos, Teófilo Braga, Consiglieri Pedroso, Ernesto Veiga de Oliveira, Fernando Galhano, Rocha Peixoto, Adolfo Coelho, João Leal, Jaime Lopes Dias, Jorge Dias, Gonçalo Sampaio, Pires de Lima, Luís Chaves, Tomás Ribas, Fernando Lopes Graça, António Mourinho e...

19-02-2017 18 Biblioteca Administrator